A arte de fazer parar o tempo.

Não sei bem quando começou este bichinho, mas já não é de agora.

Fazendo um esforço de memória lembro-me de ter escrito nos meus planos para médio prazo, em final de 2015, “fazer um workshop sobre fotografia”. Verdade que enviei um e-mail para a Isabel Saldanha (fotógrafa que adoro!) para participar num workshop dela, mas um dos pré-requisitos era levar a máquina fotográfica e eu, em bom rigor, só usava iPhone ou iPad.

Temos cá em casa, há uns três anos, uma “super pro” máquina Canon, emprestada pela V. e pelo J. ao A., quando ele também estava com o bichinho da imagem. Já há largos meses que o A. tinha feito o download do manual de instruções a meu pedido, mas mal o abri e vi que eram mais de 100 páginas em inglês achei que afinal isto das fotografias não tinha assim tanto interesse.

Nos meus desejos para 2017, que partilhei aqui no blog, também lá estava a fotografia.

Um dia havia de dar vontade, ou então não.

Ontem foi o dia! A Caetana foi o motor de arranque. Estava numa pose divinal que registei com o iPad, mas foi uma coisa que me deu, e em menos de um nada estava agarrada à máquina da V. e do J.. Já li o manual (a parte da versão mais básica, a versão mais profissional há-de chegar com o tempo), e já tirei dezenas de fotografias. Está a ser tão bom, love it!!! 📸

Facebookmail

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *